Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011


Santidade na família


“Sede santos assim como eu sou santo.” (I Pedro 1:16)

Deus criou a família e nos chamou para uma vida plena de santidade. O tema santidade é reconhecido por todos os líderes bíblicos. Inclusive Josué, aquele que conduziu o povo para dentro da terra prometida, convoca-o a uma renovação de pacto dizendo que só os que temessem a Deus poderiam servi-lO porque “...Ele é santo...” (Josué 24:19). Josué era um chefe de família, temente, e com veemência afirmou “...eu e minha casa serviremos ao Senhor.” (Josué 24:15)

Ao referir-se à santidade de Deus, Josué incluiu logo sua responsabilidade de conduzir toda a sua família ao Senhor, porque a visão de Deus é familiar. Deus conta com a família para que Seu plano se cumpra plenamente (Gênesis 12:1-3).

Deus valoriza tanto o vínculo familiar que condiciona a resposta das orações do marido à sua convivência de boa qualidade com a sua esposa. “Vós maridos, vivei com suas esposas com entendimento, dando honra a mulher... para que não sejam impedidas as vossas orações”. (I Pedro 3:7)

Nós que nascemos de novo devemos deixar Deus fazer o sobrenatural nas nossas vidas, usando-nos como canal para atingir todos os nossos parentes. O problema mais crônico na família é que continuamos vivendo segundo muitos conceitos do mundo; isso atrapalha os planos de Deus em um tempo que é de santidade e de sermos abençoados plenamente.

Por muito tempo o diabo implantou no meio da família o espírito de divórcio, separação, quebra de princípios e degeneração. É um espírito hereditário que permeia a família e deve ser rejeitado (Malaquias 2:15 e 4:6). Existem demônios que trabalham no plano de destruição familiar e, por isso, devemos ficar em alerta.

Há uma tão grande resistência em nosso coração que só Deus, trazendo os Seus princípios, pode tornar-nos flexíveis, transformando assim, nossa mentalidade deteriorada pelo pecado. Devemos cumprir a ordenança bíblica: “Sede santos em todo o vosso procedimento.” (I Pedro 1:15). E assim a família receberá libertação e cura.

Três áreas de chamada profética para uma verdadeira santidade.

1. Frutificação

A frutificação está relacionada à santidade. É a causa para que as bênçãos sejam cem por cento manifestas (João 15:4). Frutificar fala do nosso relacionamento familiar, sim, pois devemos a cada dia gerar uma maturidade familiar através de diálogo entre os cônjuges, entre os filhos e entre os pais e os filhos.

A família precisa gerar amigos. De que forma? Pais e filhos que se respeitam porque compreendem que precisam dar bons frutos dentro de casa primeiro.

2. Multiplicação

Se a espécie do fruto é a santidade na vida do líder, a multiplicação, o resultado, o efeito, será segundo tal espécie. “... deem fruto segundo a sua espécie...” (Gênesis 1:11). Por isso, devemos primeiro manter a santidade para depois multiplicar. A dificuldade é que muitos não tratam a frutificação e multiplicam problemas. A multiplicação de vidas será de acordo com o caráter, logo, você deve cuidar do seu caráter visando a sua edificação pessoal e a formação do caráter da sua família e, depois, dos seus discípulos.

Como sacerdotes, precisamos estar atentos, pois cônjuge e filhos estão olhando para nosso exemplo. Todo sacerdote deve caminhar de tal forma que possa dizer: “Sede meus imitadores, como eu também o sou de Cristo.” (I Coríntios 11:1)

Para muitos é fácil reunir multidões, mas o verdadeiro êxito está em conservar a santidade na sua vida e na família, isso é o mais importante porque assim consegue, consequentemente, levar outros à santidade.

Quando Adão e Eva perderam a santificação, quebraram a aliança, multiplicaram sem santidade e viram um filho matar o outro. O mesmo aconteceu com Abraão, que recebeu uma promessa, mas para que a mesma se cumprisse era necessário sair do meio de sua parentela, porém decidiu levar consigo seu sobrinho Ló e sofreu algumas consequências por causa disso. Assim foi com os líderes em Israel que não obedeceram, tiveram frustrações e destruições.

Então, devemos primeiro multiplicar santidade na nossa família, pois sem santidade até conseguimos multiplicar outras coisas, mas atraímos problemas e colhemos consequências nada agradáveis.


3. Governo

Só vamos governar quando frutificarmos e multiplicarmos em santidade. Essa é a chave para a vida do homem e da mulher de Deus, para a família ter êxito. Para Deus, o mais importante é a santidade, pois a santificação nos leva a guardar os princípios divinos, únicos que norteiam uma administração justa, trazendo uma vida tranquila e sossegada para a família e para o povo. Além disso, a santidade propicia uma multiplicação na legalidade, com um resultado satisfatório.

Se você quer governar precisa ter elementos fortes em seu caráter, tais como:

3.1 Santidade

Ser santo é ter uma vida no Altar do Rei. Esta é a vontade de Deus: a nossa santificação. Se você não preservar a santidade, não terá êxito nos seus projetos.

3.2 Família modelo

A visão é familiar; um dos alvos principais da Visão é a restauração da família, reestruturando-a. Você tem como responsabilidade primeira sua célula principal, que é a sua família. A santidade dentro de casa é a forma de impedirmos a atuação de espíritos familiares que afetarão a liderança, interferindo, também, posteriormente, no seu trabalho de formação de discípulos.

3.3 Demonstração de frutos

Você deve ser o modelo para os fiéis, na Palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza (I Timóteo 4:12). O fruto deve ser aparente, primeiramente, na sua casa, dentro da família. Onde aparecerão os frutos do homem e da mulher de Deus? No bom relacionamento na família, depois na Igreja, nas células, na convivência com os 12, no convívio social.

Seja modelo em tudo; se nós estivermos com as nossas vidas na presença do Senhor, o respaldo nos acompanha. Cada um de nós deve avaliar como anda nossa vida e permitir que a graça do Rei nos tome completamente.

Que hoje, cada um de nós, entre em um nível maior de santidade. Se vivermos em santidade como o Senhor é Santo, então veremos o fruto em nossa vida pessoal, familiar e ministerial.

Vamos frutificar, vamos manter a santidade, que é a causa do nosso êxito em todas as áreas. Vivendo em santidade vamos conservar a nossa conquista e ter uma família saudável que multiplicará, posteriormente, outras família no mesmo êxito.

O governo de Deus estará sempre na nossa vida como resultado da autoridade recobrada na família. Viva em santidade na família. Essa é a sua chamada!

Sala Nova da Rádio

SALA DE BATE PAPO DA RADIO RESGATANDO VIDAS

Instruções para mudar seu Nome na Sala de Bate Papo




MAPA DOS PAÍSES QUE ACESSAM O BLOG DA RÁDIO

Free counters!

Tawk.to

  © Blogger templates Palm by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP