Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 29 de janeiro de 2011

 Contentamento

“Aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tudo posso naquele que me fortalece.”(Fl 4.1).

Para muitos o contentamento é uma atitude de acomodação. De simplesmente aceitar as coisas acontecerem, sem se sentir incomodado a buscar mudanças. Bom, se esses acontecimentos fossem sempre positivos e benéficos, não teria mesmo razões para se sentir incomodado. Mas sabemos que a vida não é um verdadeiro "mar de rosas". Um dia estamos nos montes e outros nos vales. Mas infelizmente ainda existem pessoas que se acomodam em toda e qualquer situação, por pior que ela seja.   O sujeito se conforma de tal forma que ali se torna “paciente” de sua própria história.

Mas na verdade, o contentamento vai muito além do que podemos imaginar. Se você é uma pessoa contente, você já aprendeu a viver satisfeito e sentir prazer em toda e qualquer situação ou circunstância. Mostrando com essa atitude segurança, confiança, dependência não em sua própria pessoa é claro, mas naquEle que TUDO pode. Falo do Senhor Jesus Cristo. E se você é dependente dEle, sabe que não há necessidade de desespero, que a dificuldade não durará por muito tempo. Que a solução chegará. Que você tem um dono, um Senhor que se importa com você, com seus problemas, com seus sonhos e anseios. Melhor, Ele sonha junto com você, faz planos com você. E acima de qualquer coisa Ele quer te ver feliz.


Portanto, se você tem passado por momentos de lutas, grandes desafios, não se sinta pior do que ninguém, não tenha pena de você mesmo, apenas veja como uma grande possibilidade que Deus está lhe dando de viver o pleno contentamento. Veja em seus problemas, oportunidades! Principalmente de fazer resplandecer o amor de Jesus.

O apóstolo Paulo é a prova fiel do contentamento. Se lermos 2 Coríntios 11.23-27 vamos observar que Deus permitiu todos os tipos de acontecimentos em sua vida, logo, não foi à toa que ele mesmo disse que as pessoas poderiam imitá-lo. Ele sentiu na pele o que é sofrer por amor a Cristo.

Paulo não foi um camarada iluminado que já nasceu contente, em "berço de ouro, como diz o ditado. Em Filipenses 4.11 ele diz que “aprendeu a viver contente em toda situação”. Precisamos seguir o exemplo de Paulo, deixar que Deus use os “episódios” de nossa vida para aprendermos a estar jubilosos nas situações. Independente se há ou não o que comer. Na necessidade e na fartura.

É, também, com o contentamento que podemos fechar as brechas da murmuração, da incredulidade, pois aprendemos a nos entregar completamente aos cuidados do Deus todo poderoso. O inimigo jamais roubará a nossa bênção se estivermos o coração contente diante de Deus. Se pararmos para observar, atrás de corações contentes sempre existirão pessoas que provaram os milagres de Deus. Paulo foi um desses, passou por naufrágio em mar, em rio, foi apedrejado, sentiu fome e sede, nudez, mas o Senhor lhe fez experimentar da melhor parte: vivenciar o sobrenatural de Deus, a força que vem do Altíssimo!

Por meio das lutas e tribulações, Deus nos dá a chance de crescer! Ele quer que perseveremos. “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança.” (Tg 1.2). Assim será produzido em nós um coração contente; inabalável na dor, na honra ou na humilhação.

Vivendo o contentamento poderemos dizer no final de tudo com a mesma propriedade de Paulo: “tudo posso naquele que me fortalece.” (Fl 4.13).
Se quem te fortalece realmente for o Senhor, terás forças de reservas para vencer esse "mar bravio" que está a tua frente. Tenha certeza de que com Jesus na direção, o mar tem que se abrir ou você passará por cima dele.

Que Deus te abençoe poderosamente!

Um beijo no coração e na alma!

Almira Santos
 

Sala Nova da Rádio

SALA DE BATE PAPO DA RADIO RESGATANDO VIDAS

Instruções para mudar seu Nome na Sala de Bate Papo




MAPA DOS PAÍSES QUE ACESSAM O BLOG DA RÁDIO

Free counters!

Tawk.to

  © Blogger templates Palm by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP