Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

NATAL DE CRISTO!!!!

Em quase todo o mundo centenas de milhões de cristãos preparam-se para celebrar, no corrente mês, o nascimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, o Verbo de Deus, o qual “se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.”(1)
Não obstante ignorar-se a data do Seu nascimento, comemoramos o magno evento com um misto de reverência, gratidão e júbilo, pois se não houvesse Natal o ser humano perder-se-ia para sempre.
Festejar condignamente o Natal é uma bênção e inspiração para todos quantos nasceram do Espírito(2) ao tornarem-se filhos de Deus pela fé em Cristo(3). Viver diariamente o Natal de Jesus, nos nossos corações, conforta-nos, alegra-nos, torna-nos felizes.
Para muito – triste é dizê-lo – o Natal não passa de uma boa oportunidade para se fazer negócio ou participar em festins. Filantropia de fachada, armistícios de conveniência política, religiosidade formal… eis no que se transformou, em não poucos indivíduos, essa maravilhosa realidade que é a natividade de Jesus.
Natal – o Natal de Jesus Cristo – é sempre uma expressão doce, querida, desejada. É uma palavra que, qual flor odorífera, exala o suave e agradável aroma do amor, da paz, da esperança, da salvação.
Nesta quadra do ano, o crente sensível à graça divina recorda, com um frémito de emoção, a natividade de Jesus, o Redentor do mundo e nosso eterno Rei e Senhor. De facto, o acontecimento é de tamanha importância para o género humano, que seria impossível olvidá-lo.
Celebra-se, no mundo, o nascimento de guerreiros e políticos, de historiadores e poetas, de filósofos e cientistas, de escultores e pintores…, com mais forte razão deveria lembrar-se, de modo muito especial, a vinda à Terra do Salvador da humanidade.
Natal é para nós, seguidores de Jesus, uma palavra reconfortante, um vocábulo portador du'a mensagem de esperança e certeza. Por entre o negrume das trevas do materialismo e do pecado que domina os povos, refulge intensamente esta luz multissecular – Natal.
Natal é um farol que nos indica – viajores do encapelado mar da vida – o rumo certo para a felicidade temporal e eterna. Natal é sinónimo de segurança, de refúgio, de estabilidade absoluta em Cristo. Natal é outrossim um convite à paz, à concórdia, à fraternidade.
Natal fala-nos eloquentemente de amor. Se não fora Deus amar-nos, Cristo Jesus jamais viria a este Planeta, por consequência o Natal do Messias prometido não seria hoje um glorioso facto.
O Criador amou-nos antes da fundação do mundo quando concebia o plano da salvação; amou-nos durante as dispensações subsequentes, preparando o caminho do nosso Redentor; amou-nos em Belém e no Calvário; amou-nos aquando da ressurreição de Jesus. Ama-nos ainda hoje!
Praza a Deus que as pessoas de boa fé, de boa vontade, que porventura se encontrem transviadas, alienadas do Criador, dêem crédito à mensagem que o Natal de Jesus encerra e proclama!
Fernando Martinez
_______________
(1)Jo 1:14. (2)Jo 3:5, 6, 8. (3)Gl 3:26.

Sala Nova da Rádio

SALA DE BATE PAPO DA RADIO RESGATANDO VIDAS

Instruções para mudar seu Nome na Sala de Bate Papo




MAPA DOS PAÍSES QUE ACESSAM O BLOG DA RÁDIO

Free counters!

Tawk.to

  © Blogger templates Palm by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP