Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

ATÉ QUE CHEGUEMOS AO LAR


"Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos Seus santos."
Salmos 116.15 (ACF)



Flores nascem, crescem, se reproduzem, envelhecem e morrem. Este ciclo vital se cumpre com todos os seres vivos.

Os seres humanos, embora sejam seres vivos e passem pelo mesmo processo da existência, têm missões bem mais importantes que as das flores. Elas perfumam e embelezam. Eles representam Cristo na terra. Cada minuto da sua vida deveria ser dedicado ao Deus Criador e decidido a viver como Cristo, à semelhança do Salvador.

A maioria dos homens, porém, não se interessam por um estilo de vida santa e dependente de Deus. E dos que se dizem interessados, poucos realmente praticam o que aprendem com o SENHOR.

Tenho um botão vermelho, que agora é uma rosa vermelha, enfeitando um canto do meu quarto. Ele está cumprindo a missão que Deus lhe deu de perfumar, enfeitar e alegrar pessoas e ambientes. Mas logo se murchará. E quando esse tempo chegar, nem mesmo a água que está lhe sustentando em vida será capaz de evitar.

Ainda mais importa aos filhos de Deus, cumprir sua missão neste mundo enquanto têm tempo e disponibilidade (Eclesiastes 9.10), pois, de fato, o final do ciclo vem para todos. E nem mesmo o Espírito Santo, a água da vida, poderá impedir-nos de partir quando Deus nos chamar, seja pela morte, seja pelo arrebatamento.

Chegando o momento da nossa morte, o ciclo vital será interrompido. Chegando o momento do arrebatamento da Igreja, será o fim da sua história na terra. Em ambos os casos, quem se santificou terá grande êxito e entrará no Céu de cabeça erguida. Quem não o fez, não poderá ver a Deus (Hebreus 12.14).

Somos como flores do SENHOR e Ele é nosso Grande Jardineiro. Pedro nos lembra sobre isso: "Toda carne é como a erva, e toda glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor" (1Pedro 1.24). Logo, logo, ou murcharemos ou seremos colhidos pelas mãos de Deus.

Quando minha flor finalmente chegar ao fim do ciclo da sua vida e murchar para sempre, o que farei dela? Certamente a jogarei fora, porque nem a água mais dará jeito.

Mas quando a vida dos santos do SENHOR murchar ou for colhida, não será lançada fora, pois a água viva que lhes sustentou em vida jorra para a eternidade (João 4.13-14 e 7.37).

Tudo o que o Pai vai fazer – e com muito amor – é recolher nossos espíritos em Seus braços e levar-nos para o lugar do gozo eterno, do descanso e da felicidade sem fim.

Por isso, não vamos querer mudar de jardim e abandonar o amor do Sublime Jardineiro. Vale muito à pena ser um botão no jardim do Grande Deus, pois Seus cuidados nos protegem de todo mal, e Sua água nos sustenta vigorosos até que cheguemos com segurança ao Lar Eterno.

Sala Nova da Rádio

SALA DE BATE PAPO DA RADIO RESGATANDO VIDAS

Instruções para mudar seu Nome na Sala de Bate Papo




MAPA DOS PAÍSES QUE ACESSAM O BLOG DA RÁDIO

Free counters!

Tawk.to

  © Blogger templates Palm by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP