Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 15 de março de 2010

O Valor da Meditação na Palavra de Deus


A Palavra de Deus não é um compêndio de estórias fantasiosas, ou um livro interessante de se ler. A Palavra de Deus não tem e não pode ter o mesmo valor para nós que qualquer outro livro na face da terra. A Palavra de Deus é a expressão da própria Pessoa de Cristo, revelada desde Gênesis até Apocalipse. A Palavra é a expressão da vontade de Deus, da maneira que Ele pensa e da maneira que Ele procede, é a expressão da própria mente e caráter do Pai, do Filho e do Espírito Santo. A Palavra de Deus tem um propósito muito maior do que apenas comunicar fatos, Ela tem o objetivo de gerar VIDA. E a VIDA é Jesus. A Palavra tem um valor completamente especial e por isso o nosso relacionamento com Ela não pode ser considerado de forma leviana.



Deus deseja revelar a importância da meditação na Sua Palavra dentro da caminhada cristã. Uma simples leitura rápida e o hábito de religiosidade humana (mecânico) não permitem que o Espírito Santo gere e produza em nós tudo aquilo que a Palavra de Deus pode e deseja gerar e produzir. O primeiro processo que Deus usa para que a Sua Palavra cumpra o Seu propósito em nós é a meditação na Palavra.



E o que vem a ser “meditar na Palavra”? Meditar na Palavra de Deus é atentar para a instrução do Espírito Santo no coração, pois a meditação brota a partir do nosso íntimo, no espírito. E quando o Senhor começa a falar é essencial dar importância e devida atenção àquilo que Ele fala. Poucas coisas são mais prazerosas e sublimes na vida cristã do que ter o próprio Senhor comunicando diretamente o Seu coração para o nosso coração, em comunhão, como um amigo que nos fala. Mas às vezes desperdiçamos tal privilégio porque não gastamos tempo suficiente com a Palavra para detectar a preciosidade que o Espírito Santo tenta comunicar ao nosso coração. Outras vezes simplesmente nos contentamos com a revelação que é transmitida por meio dos irmãos na igreja.



A mulher de Sansão queria muito descobrir o enigma do marido, e conseguiu compreender o segredo porque muito insistiu com Sansão. Todavia os homens que pressionaram essa mulher não quiseram se dispor a perguntar diretamente a Sansão sobre o enigma, mas cobraram da mulher de Sansão. Da mesma forma, existem crentes que só querem compreender os mistérios de Deus através da revelação do Espírito que é a dada para outros. Existe nestes uma acomodação espiritual, preguiça de desenvolver o próprio tempo de comunhão com Deus e Sua Palavra.



Através da meditação pessoal na Palavra, recebemos a mente de Cristo em determinada situação que estamos passando. Somente pela meditação na Palavra somos instruídos segundo o raciocínio de Deus, e começamos a passar pelas circunstâncias, não imbuídos de uma mentalidade carnal, mas sim espiritual, sabendo o que Jesus pensa e como Ele agiria em cada situação. A principal forma da comunicação de Deus conosco é através de Sua Palavra. O Salmo 1 diz que é bem-aventurado quem não anda no conselho dos ímpios. Se não buscamos socorro no mundo para receber a sabedoria, entendemos que o verdadeiro e melhor conselho só poderá vir dos céus. Deus sempre tem a melhor saída.



Tg1:21 diz: “acolhei com mansidão a palavra em vós implantada”. O Espírito Santo faz um implante de Deus em nós que é a Palavra. O espírito humano tem capacidade dada por Deus de receber e desenvolver a Palavra implantada até que dê fruto. A palavra tem o poder de salvar as nossas almas, de transformar qualquer falha, problema ou deficiência em nosso caráter, aproximando-nos cada dia mais do grande propósito de Deus: formar-nos à imagem e semelhança de Seu Filho Jesus Cristo. Entretanto, para que isso aconteça, na seqüência do texto de Tiago a Palavra diz que devemos nos tornar praticantes e não somente ouvintes da Palavra. Para praticar a Palavra por fé é necessário primeiro tê-la implantada corretamente em nós, pela comunicação da Verdade por meio do Espírito Santo a nosso próprio espírito.



A fé tem uma perspectiva de 50% receber a palavra no íntimo e 50% agir com base nessa palavra. Portanto, grande é a importância do primeiro passo: receber como terra fértil a semente, que é a Palavra. Em Tg 1:24-25 aprendemos que para receber o conselho de Deus temos que considerar atentamente a lei perfeita. Quando ligamos nosso coração à Palavra, nos tornamos propícios para o ensino do Espírito Santo. Precisamos atender ao devido cuidado para com a Palavra, meditando e buscando até que Deus nos instrua plenamente.



Deus deseja nos ensinar a receber o conselho que vem diretamente do trono. Ganhamos assim condições espirituais para agir numa perspectiva celestial e não terrena. O homem que recebe o conselho do trono, que medita dia e noite na Palavra de Deus, é como árvore plantada junto a ribeiros (Salmo 1) e TUDO o que fizer será bem sucedido. Quem aprende a submeter todas as suas decisões a Deus, e pratica a meditação na Palavra de Deus dia e noite vai sempre ter sucesso em tudo o que fizer; aquele que anda em obediência à Palavra que recebe está debaixo de uma lei que garante vitória. Todo aquele que anda debaixo de uma Palavra recebida por Deus inexoravelmente prosperará, pois nada pode suportar o poder da Palavra de Deus. Céus e Terra passarão, mas a Palavra de Deus jamais passará. Assim como dois e dois são quatro, aquele que é operoso praticante da Palavra não poderá ser resistido por nada quando persevera naquilo que Deus direcionou.



Cada palavra plantada em nosso espírito nos prospera. Deus quer nos inundar com as riquezas de Cristo e nos fazer participantes do seu banquete, desfrutar dos Seus ricos manjares. O homem pode e vai falhar conosco. Mas Deus jamais falha. Nossas raízes devem ser fixadas e estabelecidas no Senhor, e a meditação da Palavra fundamenta nossas raízes em Deus. Em I Co 12:13 vemos que a todos nós foi dado beber do Espírito Santo. Se não bebermos do Espírito não poderemos ter as condições que Deus precisa para nos dar Sua direção.



Quando Deus nos dá uma palavra, devemos perseverar em obedecê-la porque aí está a nossa prosperidade. Toda a responsabilidade dos resultados é de Deus e não nossa. Nosso único dever é ouvir e obedecer. Em Gênesis 26 vemos que Isaque fez aquilo que era a contramão da lógica do mundo, mas na obediência da direção de Deus estava a vitória de Isaque, que enriqueceu e prosperou. Os servos de Isaque cavaram no vale e acharam o poço de água nascente. Quando começamos a meditar na Palavra estamos cavando à procura desse poço de água nascente.



À medida que andamos com Deus percebemos que a mente de Deus é completamente diferente da mentalidade do mundo. Com o tempo de meditação na Palavra de Deus, uma imagem daquilo que Deus deseja é formada em nosso espírito. Deus deseja que estejamos tão envolvidos com a Palavra, tão impregnados Dela, que Ela se misture a nós e se torne a nossa mente, a nossa vida. A meditação na Palavra é proteção e é a maneira de Deus para imprimir em nós a própria imagem de Jesus. Em I Co 3:18 lemos que somos transformados de glória em glória, e a Verdade, a Palavra, é a fôrma nas mãos do Espírito Santo para cumprir essa transformação até que seja dia perfeito.



O Espírito Santo cria em nosso coração um lugar eterno. Ele quer construir a eternidade em nosso interior. Jesus diz: “na casa de meu Pai (nosso coração também faz parte dessas moradas) há muitas moradas (revelações que Deus deseja nos entregar por Sua Palavra dentro dessa perspectiva)”. O esconderijo do Altíssimo é o lugar inatingível que a Palavra de Deus gera em nossos corações. Quando entramos na Palavra de Deus ninguém nem nada nos toca, estamos completamente guardados. O diabo nunca chega à frente de Deus: por isso quem está sempre prevenido pelo Espírito Santo jamais cai nas ciladas do diabo. A Palavra cria a condição de exercer fé, e gera as condições de remover qualquer montanha.



Em II Co 3:17 a Palavra diz que onde está o Espírito do Senhor aí há liberdade. Nada nos detém na Palavra. Não somos nada, mas quando estamos guardados na Palavra, somos revestidos de poder para enfrentar qualquer resistência. Para entrar na Palavra é antes necessário que Ela entre em nós. A meditação na Palavra permite que a Palavra entre em nosso íntimo. O maior patrimônio que temos é o que Deus nos diz, porque tudo passa, mas a palavra de Deus sempre permanecerá. A Palavra d’Ele é nosso bem mais precioso, nada é mais importante do que nos colocarmos aos pés do Senhor, recebendo d’Ele o alimento genuíno, bebendo daquilo que é mais elevado.



Receba em Nome de Jesus agora, no final dessa leitura “fome” e “sede” da Palavra de Deus...



Eber Rodrigues

Sala Nova da Rádio

SALA DE BATE PAPO DA RADIO RESGATANDO VIDAS

Instruções para mudar seu Nome na Sala de Bate Papo




MAPA DOS PAÍSES QUE ACESSAM O BLOG DA RÁDIO

Free counters!

Tawk.to

  © Blogger templates Palm by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP